Detida suspeita de traficar droga no interior do corpo para a prisão de Custóias

Mulher foi detida em flagrante delito

Uma mulher de 44 anos foi detida na prisão de Custóias, em Matosinhos, por transportar no interior do corpo 200 doses de haxixe que tentava introduzir naquele estabelecimento prisional, anunciou hoje a PJ do Norte.

Em comunicado, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ/Norte) indica que a mulher está indiciada pela prática do crime de tráfico de estupefacientes agravado, tendo sido detida em flagrante delito.

Segundo a mesma fonte, a detida é ajudante de cozinha desempregada e foi presente à autoridade judiciária para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

"Corta!", dizem os Diáconos Remédios da vida

É muito irónico Plácido Domingo já não cantar a 6 de setembro na Ópera de São Francisco. Nove mulheres, todas adultas, todas livres, acusaram-no agora de assédios antigos, quando já elas eram todas maiores e livres. Não houve nenhuma acusação, nem judicial nem policial, só uma afirmação em tom de denúncia. O tenor lançou-lhes o seu maior charme, a voz, acrescida de ter acontecido quando ele era mais magro e ter menos cãs na barba - só isso, e que já é muito (e digo de longe, ouvido e visto da plateia) -, lançou, foi aceite por umas senhoras, recusado por outras, mas agora com todas a revelar ter havido em cada caso uma pressão por parte dele. O âmago do assunto é no fundo uma das constantes, a maior delas, daquilo que as óperas falam: o amor (em todas as suas vertentes).