Pescadores ilegais autorizados a regressar às Canárias

Polícia Marítima apreendeu peixe e equipamentos dos quatro espanhóis que pescavam terça-feira em zona proibida nas Selvagens.

Os quatro pescadores espanhóis apanhados a pescar ilegalmente junto à ilha Selvagem Pequena foram autorizados a regressar a Tenerife, informou esta quarta-feira fonte oficial.

O porta-voz da Autoridade Marítima Nacional (AMN), comandante Pedro Coelho Dias, disse ao DN que a Polícia Marítima (PM) notificou os visados sobre as infrações cometidas aos regulamentos e leis aplicáveis à reserva natural das Selvagens e depois autorizou-os, cerca das 21:00, a regressar às Canárias.

Como medida cautelar de polícia, ficaram apreendidos os equipamentos de pesca e os 80 a 100 quilos de pescado capturado entre a linha de costa e os 200 metros de profundidade, uma área de reserva onde é estritamente proibido pescar.

O processo contraordenacional vai agora ser enviado para o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, a autoridade regional "responsável em razão da matéria e do espaço", precisou o comandante Coelho Dias.

Os pescadores foram descobertos a meio da tarde de terça-feira a pescar junto à costa oeste da Selvagem Pequena, pelos dois agentes da PM e por um vigilante da natureza, durante uma operação de rotina de fiscalização e policiamento.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.