António Costa "converteu-se àquilo que antes motivava a sua repulsa"

Líder da oposição falou no encerramento das jornadas parlamentares do PSD

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, afirmou esta quarta-feira que o Governo socialista "ao fim de um ano converteu-se" à política que contestava no anterior executivo, nomeadamente de combate ao défice.

No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, que decorreram em Albufeira (Faro), Passos Coelho defendeu que os dados positivos na economia "não decorrem de qualquer ação deste Governo" e lamentou que o executivo socialista tenha perdido um ano e continue a não querer fazer reformas.

"O Governo demorou um ano a mostrar ao país que toda a conversa que fazia contra nós, dizendo que vivíamos obcecados pelo défice e dívida, ao fim de um ano o Governo converteu-se àquilo que antes motivava a sua repulsa na política que nós fazíamos", afirmou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.