Passos Coelho diz que desconfiança explica "mau desempenho" do Governo

"Muitas pessoas tiveram receio e desconfiança da solução adotada", disse o líder social-democrata

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "mau desempenho", que na sua opinião pode ser explicado com a desconfiança de "muitas pessoas" relativamente à atual solução governativa.

"Muitas pessoas tiveram receio e desconfiança da solução adotada", disse Pedro Passos Coelho, em Arganil, durante um jantar de apresentação dos principais candidatos do PSD aos órgãos autárquicos deste município do distrito de Coimbra.

Insistindo no alegado insucesso do executivo de António Costa, apoiado no parlamento pelo PS, BE, PCP e Verdes, comparou a recuperação económica de Espanha, Irlanda e Chipre, "que passaram por dificuldades", à atual situação de Portugal.

Trata-se de países cujas economias crescem "mais do que a nossa e atraem mais investimento do que a nossa", sublinhou Passos Coelho.

"Porque é que nós não conseguimos fazer isso?", perguntou, procurando também explicar "porque que é que ao longo do último ano as coisas afrouxaram" na economia portuguesa.

A título de exemplo de um alegado retrocesso nos resultados da governação do PS, relativamente ao executivo de coligação do PSD com o CDS, entre 2011 e 2015, Pedro Passos Coelho deu o exemplo da Educação.

"A extrema-esquerda não gosta da exigência, da disciplina e da avaliação", preferindo "a balbúrdia nas escolas", acusou.