PAN com "impressão positiva" de discurso de Costa

Miguel Santos referidos, no entanto, que " existem muitos aspetos que continuam a não ser resolvidos"

O deputado da Assembleia Municipal de Lisboa do Pessoas-Animais-Natureza (PAN) Miguel Santos mostrou-se bem impressionado com a intervenção de encerramento do 21.º Congresso Nacional do PS, na capital, com a ressalva de "aspetos que continuam por resolver".

"Uma impressão positiva. [António Costa] anunciou coisas que já tinham sido anunciadas, algumas novas. No entanto, como temos visto nas últimas semanas, existem muitos aspetos que continuam a não ser resolvidos", disse o representante do PAN, depois do discurso final do líder socialista e primeiro-ministro.

Questionado sobre quais esses aspetos, Miguel Santos falou de "questões que têm a ver com a agricultura, a pecuária, os [produtos] agrotóxicos que são utilizados e que estão agora em resolução na Comissão Europeia".

"São questões de fundo, que têm a ver com as alterações climáticas, as quais achamos que têm de ser encaradas de forma diferente", concluiu.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...