Ainda não é hoje que retiram navio encalhado no Bugio

Operações foram suspensas e deverão ser retomadas na madrugada desta quarta-feira

As operações para retirar o navio encalhado junto ao Bugio foram suspensas ao fim da tarde, disse à Lusa o porta-voz da Autoridade Marítima Nacional, explicando que os trabalhos serão retomados durante a madrugada de quarta-feira.

"Os cabos continuam passados e os rebocadores no local, mas deixaram de fazer força devido à descida da maré. As operações foram suspensas e vão ser retomadas cerca das 05:00", disse à Lusa o comandante Fernando Pereira da Fonseca, porta voz da Autoridade Marítima Nacional.

Segundo explicou aquele responsável, é necessário esperar por nova subida da maré para tentar retirar do local o navio, que tem 118 metros de comprimento.

Uma primeira tentativa para rebocar o navio foi efetuada por volta das 18:20, no pico da maré, mas a âncora, presa no fundo, dificultou as operações, apesar de o navio já ter recuperado energia e propulsão.

O navio "Betanzos", com bandeira espanhola, está encalhado desde as 01:00 de hoje junto ao Bugio, na foz do rio Tejo, ao largo de Lisboa, com 10 tripulantes a bordo, que estão bem de saúde.

Ler mais

Exclusivos

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.