Nota da direção - INEM e os acontecimentos de 2015 na Cova da Moura

O DN fez manchete este domingo afirmando que o "INEM registou agressões a jovens como "quedas acidentais". Ontem à noite, o Instituto Nacional de Emergência Médica enviou às redações um comunicado onde desmente a notícia do DN, afirmando que apenas os relatórios dos bombeiros da Amadora referiam "queda acidental", e que os seus relatórios já continham a descrição de ferimentos resultantes de agressões.

A notícia em que o DN sustenta a sua manchete resulta da consulta do processo. Mais, a notícia contém uma extensa resposta do INEM, na qual o porta-voz do Instituto justifica o comportamento das equipas que assistiram os jovens agredidos na Cova da Moura em fevereiro de 2015, e mantém a confiança em todos os seus profissionais e na forma como registam informação relativa a acontecimentos desta natureza. Nessa resposta oficial do INEM, que ocupa quatro parágrafos e quase metade da notícia, nenhum dos factos com que o DN confrontou o Instituto é desmentido.

Tendo cumprido todas as regras na elaboração da notícia em questão, o DN voltará à consulta do processo assim que possível, para apurar se os relatórios a que o INEM agora se refere constam de facto do processo.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub