Noite das marchas com policiamento reforçado

PSP vai deslocar para a Avenida da Liberdade e para os arraiais cinco Equipas de Intervenção Rápida. Nalguns festejos, o Corpo de Intervenção também estará a postos. Carris, Metropolitano e CP aumentam oferta de madrugada

A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai esta noite reforçar o policiamento na Avenida da Liberdade - onde decorre o desfile das Marchas Populares -, nos arraiais e junto a gares e estações de comboio. A festa na capital promete prolongar-se até ao nascer do Sol.

"Lisboa de Fernão / Será ternura, paixão / Que vai na rua a passar / Cidade coração / Que s"enfeita com um balão / Numa marcha popular / Lisboa de Fernão / É história, é tradição / Que ao povo se vai contar / És Peregrinação / Que Fernão nos quis deixar." O refrão da Grande Marcha deste ano vai esta noite ser entoado a plenos pulmões pelos 22 conjuntos que, a partir das 21.00, vão desfilar na Avenida da Liberdade, naquela que é a segunda exibição perante o júri depois da apresentação, no último fim de semana, no Meo Arena. Vinte participam no concurso que, nesta 82.ª edição, tem como tema o 400.º aniversário da obra Peregrinação, de Fernão Mendes Pinto.

Leia mais no e-paper do DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.