Mulher agride polícia com um sapato na cabeça

Dois polícias foram agredidos por um casal, sábado de madrugada, num bar da praia da Rocha, no Algarve. Um deles, atingido na cabeça com o tacão de um sapato, encontra-se no Hospital de Faro para ser submetido a uma intervenção cirúrgica. O outro está no Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, em Portimão, com um braço partido.

Os dois agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) foram agredidos num bar na Avenida Tomás Cabreira, na Praia da Rocha, em Portimão, cerca das 3.00 horas da madrugada de sábado, devendo um deles ser submetido a uma intervenção cirúrgica no Hospital de Faro após ter sido atingido por uma mulher na cabeça com o tacão de um sapato, apurou o DN. Já o outro elemento policial ficou no Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, em Portimão, com fratura de um braço.

Fonte do Comando Distrital de Faro da PSP confirmou ao DN as agressões aos dois agentes, acrescentando que irá ser emitido um comunicado no domingo ou na segunda-feira, contendo "mais informação" sobre o assunto. "Confirmo que dois agentes estão feridos. Encontravam-se de folga e não estavam fardados", referiu, de forma lacónica, a fonte do Comando Distrital da PSP.

Segundo apurou o DN, os agentes terão entrado num bar na Praia da Rocha e "em consequência de um desentendimento entre eles e um casal, acabaram por ser agredidos" junto a escadas.

"A mulher descalçou um sapato e atingiu, com o tacão, um deles na cabeça que ficou cheio de sangue. Quando uma patrulha da polícia chegou ao local para tomar conta da ocorrência, a mulher não teve problemas em assumir a agressão. Depois, foi identificada", contou ao DN um popular.

No meio da confusão que entretanto se gerou, as vítimas foram transportadas em ambulâncias para o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, na cidade de Portimão, tendo o agente que se encontra em estado mais grave, com ferimentos na cabeça, sido transferido para o Hospital de Faro.

Exclusivos