Moradores limpam as "tags" do Jardim do Arco do Cego

Iniciativa envolveu cerca de 100 voluntários e participantes

Os moradores da freguesia das Avenidas Novas, em Lisboa, juntaram-se para limpar as paredes do Jardim do Arco do Cego, numa iniciativa que recebeu o nome de "Ação WashTag". A ideia foi remover as "tags" que inundavam as paredes do espaço público e que, segundo a Junta de Freguesia, "não expressam qualquer componente artístico".

A iniciativa juntou os serviços de Intervenção Social, Ambiente e Higiene Urbana da Junta de Freguesia de Avenidas Novas e a AEIST - Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico, e contou com a presença e cooperação de mais de 100 voluntários e participantes.

Também a Presidente da Junta de Freguesia de Avenidas Novas, Ana Gaspar e o Vogal do Executivo, Responsável pela Higiene Urbana, Venâncio Rosa, marcaram presença no evento.

O projeto, do pelouro da Higiene Urbana e da Intervenção Social, teve como principal objetivo "sensibilizar os envolvidos para o respeito pelo espaço público".

Ler mais

Exclusivos

Adolfo Mesquita Nunes

Premium Derrotar Le Pen

Marine Le Pen não cativou mais de dez milhões de franceses, nem alguns milhões mais pela Europa fora, por ter sido estrela de conferências ou por ser visita das elites intelectuais, sociais ou económicas. Pelo contrário, Le Pen seduz milhões de pessoas por ter sido excluída desse mundo: é nesse pressuposto, com essa medalha, que consegue chegar a todos aqueles que, na sequência de uma crise internacional e na vertigem de uma nova economia digital, se sentem excluídos, a ficar para trás, sem oportunidades.

João Taborda da Gama

Premium Temos tempo

Achamos que temos tempo mas tempo é a única coisa que não temos. E o tempo muda a relação que temos com o tempo. Começamos por não querer dormir, passamos a só querer dormir, e por fim a não conseguir dormir ou simplesmente a não dormir, antes de passarmos o resto do tempo a dormir, a dormir com os peixes. A última fase pode conjugar noites claras e tardes escuras, longas sestas de dia com um dormitar de noite. Disse-me um dia o meu barbeiro que os velhotes passam a noite acordados para não morrerem de noite, e se ele disse é porque é.