Ministério deve 600 mil euros a escolas do ensino especial

Associação de estabelecimentos diz que atrasos nos pagamentos afetam escolas com 400 alunos e que dívidas são deste ano letivo e do que já terminou. Ministério promete solução para "breve"

Um ano depois, voltam a surgir denúncias de atrasos nos pagamentos do Ministério da Educação e Ciência (MEC) aos colégios que acolhem crianças com Necessidades Educativas Especiais (NEE).

"Neste momento, o Estado é devedor de quantias referentes ao ano letivo 2014/15 e ainda não pagou qualquer quantia referente ao ano letivo em curso. Estão em falta cerca de 600 000 euros, que respeitam a 400 alunos", denuncia em comunicado a Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo (AEEP).

Esta associação lembra que estão em causa "crianças e jovens sem outra alternativa educativa, especialmente frágeis, a quem o Estado deveria tratar não apenas com a mesmo dignidade com que trata os cidadãos em geral, mas com redobrado cuidado e zelo".

Desde a introdução do conceito de "escola inclusiva", no primeiro governo de José Sócrates, as escolas públicas passaram a acolher a esmagadora maioria das crianças com necessidades educativas especiais. Nestes colégios -em números muito inferiores aos do passado - ficaram as crianças e jovens para os quais a rede pública ainda não tem respostas adequadas.

Ao DN, o MEC disse que em relação a 2014/15 estão em causa "aditamentos" aos contratos de "quatro entidades e que as verbas deste ano serão desbloqueadas "muito em breve". Margarida Mano tomará hoje posse como ministra da Educação, substituindo Nuno Crato.

Exclusivos

Premium

Clássico

Mais de 55 milhões de euros separam plantéis de Benfica e FC Porto

Em relação à época passada, os encarnados ultrapassaram os dragões no que diz respeito à avaliação do plantel. Bruno Lage tem à sua disposição um lote de jogadores avaliado em 310,7 milhões de euros, já Sérgio Conceição tem nas mãos um grupo que vale 255,5 milhões. Neste sábado, no Estádio da Luz, defrontam-se pela primeira vez esta temporada.