Maria de Belém assume derrota e não responde a perguntas

"Estivemos à altura, sem demagogia nem populismos", afirmou a candidata

Passavam 40 minutos das 20.00 quando Maria de Belém iniciou a comunicação - sem direito a perguntas dos jornalistas - em que assumiu a derrota.

A candidata afirmou que os números da abstenção "precarizam a democracia".

"Estivemos à altura, sem demagogia nem populismos", afirmou, quanto à sua candidatura. "Procurei dar o meu contributo" para "um debate mais aprofundado", disse ainda.

Maria de Belém disse ainda já ter felicitado Marcelo pela vitória.

O porta-voz da candidatura de Maria de Belém, José Vera Jardim, afirmara anteriormente que "não se pode ignorar" que muitos "dirigentes do PS e membros do Governo" saíram em apoio de Nóvoa, e isso foi "interpretado como um apoio oficioso" do partido à candidatura do ex-reitor.

Notícia em atualização

Exclusivos