Marcelo só fala sobre situação na Defesa com as Forças Armadas

Presidente só fala sobre o assunto em Portugal e, se o fizer, só junto da estrutura militar

O Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou hoje comentar os pedidos de demissão e a pressão de que está a ser alvo o ministro da Defesa, limitando-se a dizer que não comenta "fora do território físico português aquilo que se passa em Portugal".

Sobre a forma como irá gerir a instabilidade que os últimos acontecimentos provocaram no setor, Marcelo afirmou que "o Presidente quando quer dirigir-se às forças armadas dirige-se diretamente a elas." Questionado sobre se o irá fazer quando chegar a Portugal, o chefe de Estado disse apenas: "Veremos".

Marcelo foi ainda questionado sobre se o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, tem condições para continuar no executivo de António Costa, mas a resposta não foi diferente: "Não comento nada sobre a política portuguesa fora de Portugal e, por outro lado, mesmo que estivesse em Portugal não comentaria nada às forças armadas, senão diretamente às forças armadas."

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Benefícios fiscais para quê e para quem

São mais de 500 os benefícios fiscais existentes em Portugal. Esta é uma das conclusões do relatório do Grupo de Trabalho para o Estudo dos Benefícios Fiscais (GTEBF), tornado público na semana passada. O número impressiona por uma razão óbvia: um benefício fiscal é uma excepção às regras gerais sobre o pagamento de impostos. Meio milhar de casos soa mais a regra do que a excepção. Mas este é apenas um dos alertas que emergem do documento.

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la no ensino superior

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.