Marcelo promulga decreto que reforça medidas contra atividade ilegal de táxi

A proposta de alteração foi apresentada pelo PCP e visa reforçar as coimas pelo exercício ilegal de transporte de táxi

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou hoje o decreto que regulamenta o acesso à atividade e ao mercado dos transportes em táxi, para reforçar as "medidas dissuasoras de atividade ilegal" no setor.

A proposta de alteração foi apresentada pelo PCP e visa reforçar as coimas pelo exercício ilegal de transporte de táxi.

Com a promulgação do decreto, o exercício da atividade sem o alvará, as coimas vão passar a ser entre 2.000 e 4.500 euros (pessoa singular) e entre 5.000 e 15.000 (pessoa coletiva).

O decreto duplica também as coimas em caso de reincidência de exercício de atividade de transporte de táxi sem alvará.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...