Marcelo desdramatiza críticas à distribuição de fundos comunitários

Marcelo Rebelo de Sousa apelou ao "entendimento" para "ultrapassar os problemas"

O Presidente da República desdramatizou hoje no Porto as críticas de alguns autarcas do norte em relação à distribuição dos fundos comunitários, mas apelou ao "entendimento" para "ultrapassar os problemas".

"Cada autarquia puxa a brasa à sua sardinha", procurando "aquilo que puder receber" numa reivindicação "quase natural, mas depois há entendimentos que têm de se fazer e que se fazem. Eu sou um desdramatizador", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

Questionado pelos jornalistas sobre esta polémica que levou já à exoneração do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Marcelo Rebelo de Sousa recordou a sua experiência "de muitos anos" como autarca para dizer que entende a existência de problemas, mas defendeu que "têm de se resolver".

"Demora um bocadinho, custa um bocadinho, mas chega-se lá", acrescentou o Presidente da República, que hoje se deslocou ao Porto para participar durante algumas horas na iniciativa "Serralves em Festa".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".