Marcelo classifica Pupilos do Exército como "uma grande escola de valores"

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que o "Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas tem muito orgulho no passado, no presente e no futuro dos Pupilos do Exército"

O Presidente da República expressou orgulho no Instituto dos Pupilos do Exército e considerou que os seus alunos são privilegiados por pertencerem a "uma grande escola de valores, de formação, de serviço nacional".

Marcelo Rebelo de Sousa participou esta quinta-feira na abertura solene do ano letivo do Instituto dos Pupilos do Exército, em Lisboa, e no final da cerimónia, que incluiu atuações musicais e atribuição de prémios aos estudantes, falou brevemente aos alunos.

"Vós sois privilegiados, porque ser-se de uma instituição como os Pupilos do Exército é pertencer-se a uma grande escola de valores, de formação, de serviço nacional. E aqueles de entre vós que escolherdes duradouramente a carreira militar ficareis a ser parte integrante dessa componente única da identidade nacional", disse-lhes.

Esta foi a segunda mensagem que o chefe de Estado dirigiu aos alunos, num discurso de menos de cinco minutos, dividido em três partes. "Quando se tem a vossa idade os atos pesam muito mais do que as palavras ou, dito de outro modo, as palavras devem ser poucas e claras", defendeu.

A primeira mensagem foi para enaltecer as Forças Armadas: "Portugal é o que é devido ao papel essencial das nossas Forças Armadas há quase nove séculos. E só será o que quisermos que seja se pudermos continuar a contar com as nossas Forças Armadas dedicadas, competentes, leais, servidoras do interesse nacional".

Por fim, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que "o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas tem muito orgulho no passado, no presente e no futuro dos Pupilos do Exército".

"E só espera que cada um de vós possa afirmar um dia, no termo de uma vida que está agora a começar: eu servi Portugal, com o meu estudo, com a minha vontade, com a minha humildade, com o meu patriotismo. Se assim for, terá valido a pena ter vivido os anos únicos de educação, de camaradagem, de descoberta do futuro nesta grande casa que sempre foi, é e sempre será o Instituto dos Pupilos do Exército", completou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.