Lux entre as melhores discotecas da Europa

O jornal The Guardian elegeu as 25 melhores discotecas do Velho Continente. Na lista surge a discoteca lisboeta Lux.

O jornal britânico The Guardian falou com DJ de topo, empresários e promotores e escolheu, hoje, as melhores discotecas da Europa. Em território português, Lisboa é a cidade escolhida.

A Lux mantém-se um local de preferência na capital portuguesa para aqueles que pretendem uma noite de dança sendo descrita pelo jornal como uma discoteca de "topo" com um "incrível sistema de som, pistas de dança de madeira, um grande terraço, cartazes muito varados". Na avaliação, os jurados elogiam o design interior da Lux e o sistema de luzes. "É um lugar divertido e estranho, ligeiramente luxuoso, mas aberto a qualquer público". A vista sobre o rio é outra das características apreciadas por João Pedro Silva, da Enchufada Records.

Na Europa os locais que acolhem as discotecas de eleição passam pela Lituânia, Berlim, Belgrado, Viena, Amesterdão, Oslo, Reykjavik, Paris, Dusseldorf, Helsínquia, Moscovo, Ibiza, Barcelona, Roma, Grécia e Bordéus.

Lista das outras melhores discotecas da Europa para o The Guardian:

Fluxus Ministerija, na Lituânia

Berghain Panorama Bar, Berlim

OHM, Berlim

20/44, Belgrado

Auslage, Viena

Air, Amesterdão

The Villa, Oslo

Kaffibarinn, Reykjavik

Badaboum, Paris

Yoyo, Paris

Concrete, Paris

Cross Club, Praga

Salon des amateurs, Dusseldorf

Kaiku, Helsínquia

Propaganda, Moscovo

DC10, Ibiza

Elrow, Barcelona

CDLC (Carpe Diem Lounge Club), Barcelona

Nitsa Club, Barcelona

Big Bang, Roma

Goa, Roma

Casablanca Soul, Santorini, Grécia

iBoat, Bordéus

Barbarellas Discoteque, Tisno, Croácia

Ler mais

Exclusivos

Premium

robótica

Quando os robôs ajudam a aprender Estudo do Meio e Matemática

Os robôs chegaram aos jardins-de-infância e salas de aula de todo o país. Seja no âmbito do projeto de robótica do Ministério da Educação, da iniciativa das autarquias ou de outros programas, já há dezenas de milhares de crianças a aprender os fundamentos básicos da programação e do pensamento computacional em Portugal.

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...