Lisboa reduz imposto sobre casas a 33 mil famílias

Câmara vai manter taxa mínima do imposto sobre imóveis (0,3%), permitindo a redução para as famílias em função do número de filhos. Fernando Medina espera arrecadar 313,8 milhões em 2016.

A Câmara Municipal de Lisboa quer que, no próximo ano, as famílias com um, dois ou três dependentes tenham, respetivamente, uma redução de 10%, 15% e 20% no imposto municipal sobre imóveis (IMI). A medida abrange 33 mil famílias e aproveita o facto de o Orçamento do Estado para 2015 permitir que as autarquias diminuam o valor da cobrança em função do agregado familiar. Consta da proposta de orçamento do município que será debatida e votada pelo executivo no dia 21 e é considerada positiva pelo principal partido da oposição. No total, o orçamento municipal deverá ter uma dotação de 723,9 milhões de euros, mais 25,4 milhões do que em 2015.

"É um orçamento que tem como ponto fundamental o apoio às famílias", salientou ao DN, já depois de ter terminado a conferência de imprensa de apresentação do documento, o vereador das Finanças. Exemplo disso, adiantou João Paulo Saraiva, eleito pelos Cidadãos por Lisboa na lista do PS, são as propostas de manutenção da taxa mínima de IMI permitida (0,3%) e a adoção do chamado IMI Familiar, que se traduzirá numa redução de 10%, 15% e 20% no valor a pagar por agregados com um, dois ou três filhos. O benefício, automático, deverá atingir os 1,5 milhões de euros.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...