Lisboa recebe os "Cristianos Ronaldos" do desencarceramento

Bombeiros, médicos e enfermeiros de cerca de 20 países e regiões vão tentar provar que são os melhores

Quando, em Inglaterra, Miguel Duarte se estreou a representar Portugal no Campeonato do Mundo de Trauma e Salvamento, a equipa de desencarceramento do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa (RSBL) que integrava deparou-se com uma dificuldade acrescida: ter de intervir em veículos que têm o volante instalado do lado direito. Desta vez, será certamente diferente: pela primeira vez em 17 edições, a prova decorre, entre hoje e domingo, em território nacional. O local escolhido foi a Pala do Pavilhão de Portugal, em Lisboa, e o acesso é livre.

O cenário será bem menos sangrento do que aquele que os participantes na 17.ª edição do Campeonato do Mundo de Trauma e Salvamento encontram diariamente, mas nem por isso será menos cronometrado. A partir de amanhã e até domingo - hoje decorre apenas no Casino de Lisboa, às 19.00, a cerimónia de abertura -, bombeiros, médicos e enfermeiros de 19 países vão competir para tentar provar que são os melhores, por um lado, a desencarcerar vítimas de acidentes rodoviários, e, por outro, a prestar cuidados médicos imediatos.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos