Letizia reuniu-se com o presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Enquanto Felipe VI estava reunido com o presidente da República na Câmara Municipal do Porto, a rainha Letizia conversou com Vítor Veloso, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), que a convidou para presidir a Conferência Europeia "Tabaco ou Saúde", a realizar em março, em Portugal.

"Foi uma reunião muito agradável. A rainha vinha muito bem documentada sobre o serviço que a Liga presta. É uma pessoa muito simples, extremamente simpática e muito cordial", contou ao DN o presidente da LPCC.

Letizia, que solicitou o encontro com Vítor Veloso, é presidente honorária da Associação Espanhola Contra o Cancro. Segundo o especialista em oncologia, a conversa centrou-se nos "problemas dos doentes oncológicos e sobreviventes". "Fiz propostas para estreitar relações entre os dois países e ela concordou em absoluto", adiantou, destacando que a desafio é "trabalhar em conjunto em áreas fronteiriças e fazer um congresso de doentes, sobreviventes e sobre prevenção do cancro".

Até agora, "não tem existido nenhuma cooperação" entre os dois países nesta área. "Não faz sentido nenhum não nos darmos melhor", sublinha o presidente da LPCC, que convidou a rainha de Espanha para presidir a Conferência Europeia "Tabaco ou Saúde", que se realiza em maio, em Portugal. "Aceitou o convite. Disse que tinha muito prazer, mas vai depender da sua agenda".

Segundo Vítor Veloso, Letizia "ficou muito admirada por a Liga não ser auxiliada pelo Governo", mas depender da "população e de privados".

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...