"Lei da Uber" vai ser votada em fevereiro

O Ministério do Ambiente quer que a lei que regulamenta as plataformas eletrónicas de transporte em veículos descaracterizados (TVDE) seja votada no Parlamento em fevereiro. Esta foi a ambição manifestada pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, durante o warm up da conferência de mobilidade Lisbon Mobi Summit, no auditório da sede da EDP, em Lisboa. A "lei da Uber", como é conhecida, está a ser debatida na Comissão de Economia e Obras Públicas desde março de 2017 na Assembleia da República.

"A proposta de lei para o transporte em veículos descaracterizados vai ser votada em fevereiro no Parlamento. É mais uma alternativa para os utentes viajarem de porta a porta e queremos complementar a cadeia da mobilidade", assinalou José Mendes durante a intervenção na Lisbon Mobi Summit em que promoveu a "agenda para a descarbonização da mobilidade".

A lei que regulamenta as plataformas como a Uber, Cabify e Taxify está a ser discutida desde março de 2017 na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas. O Partido Socialista tem procurado apoios para conseguir fazer passar a proposta de lei do Governo, que prevê, entre outras medidas, que não haja qualquer limite de circulação para os carros associados às plataformas.

Esta proposta tem sido fortemente contestada pelos partidos mais à esquerda, PCP e BE, e pelos taxistas, que defendem a introdução de contingentes para estes veículos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...