Julgamento dos 226 manifestantes será a 12 de julho

Advogados de defesa requereram tempo.

Os advogados de defesa dos 226 manifestantes que na manhã desta sexta-feira compareceram no tribunal de pequena instância criminal de Lisboa requereram tempo para preparar o julgamento em processo sumário. A sessão de julgamento ficou então marcada para dia 12 de julho às 9.30 da manhã.

Uma decisão elogiada pelo presidente do conselho distrital de Lisboa da Ordem dos Advogados, Vasco Marques Correia, .

"Foi-nos concedido prazo para apresentar defesa. A advocacia sai daqui reforçada, porque os direitos dos cidadãos estão a ser assegurados", afirmou.

O advogado Garcia Pereira acrescentou que foi requerido prazo para defesa, que é de 15 dias, e que "naturalmente impedia que se fizesse o julgamento".