Juízes exigem data para resolver problemas do Citius

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses envia carta aberta à ministra da Justiça e ao Conselho Superior da Magistratura pedindo medidas urgentes para suspensão dos prazos judiciais

Uma exdplicação técnica sobre a origem do problema informático, uma data para a resolução do problema, aprovação de legislação que suspenda todos os prazos judiciais são algumas das exigências feitas esta quinta-feira pelo sindicato dos juízes.

José Mouraz Lopes, num documento de duas páginas enviado ontem a Paula Teixeira da Cruz pede apela ainda a que os juízes auxiliares e os de bolsa fiquem listados no Citius, de forma a poderem receber processos. "Na verdade, muitos juízes, designadamente auxiliares e do quadro complementar, continuam a não conseguir, sequer, aceder ao Citius", pode ler-se no documento, a que o DN teve acesso.

"Três semanas depois da entrada em vigor da lei de Organização do Sistema Judiciário, a plataforma Citius continua inoperacional na generalidade dos tribunais", denuncia.

A evidência e gravidade dos problemas acumulados bem como a ausência de respostas transitórias (...) leva-nos a requerer uma tomada de posição sobre medidas que entendemos como mínimas", concluiu o aviso.

Ler mais

Exclusivos