Jovem de 20 anos detido por tentar matar a mãe

O autor esfaqueou a própria mãe por diversas vezes, que conseguiu escapar

Um homem de 20 anos foi detido depois de esfaquear "por diversas vezes a própria mãe, de 45 anos", na sexta-feira passada, na região de Grândola, distrito de Setúbal.

A PJ de Setúbal anunciou a detenção "por fortes indícios da prática do crime de homicídio qualificado na forma tentada".

Segundo a PJ, o crime ocorreu no dia 19 de janeiro, na sequência de uma desavença. A vítima, que conseguiu fugir, foi apenas atingida num dos membros superiores e está a receber cuidados médicos no hospital.

O detido irá a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação processual tidas por adequadas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.