Jorge Sampaio: "Extraordinária capacidade de luta"

Ex: Presidente lembra que o seu primeiro ato em Belém foi condecorar Soares com a Grande Cruz da Ordem da Liberdade

O antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, elogiou a "extraordinária capacidade de luta" de Mário Soares, recordando o que este enfrentou, sobretudo durante o regime do Estado Novo, sem nunca desistir dos seus objetivos: "Foi preso, deportado, exilado, nunca perdeu o amor por Portugal".

Sampaio lembrou também a importância de Mário Soares nos anos que se seguiram ao 25 de Abril de 1974, considerando que este foi "decisivo para o que foi e é a consolidada democracia portuguesa". E fez questão de recordar que dedicou a Soares a sua primeira medida quando chegou a Belém: "O meu primeiro ato como Presidente da República foi condecorá-lo com a grande Cruz da Ordem da Liberdade".

Exclusivos