Incêndios dominados em Vila Real e Guimarães

No concelho de Ribeira de Pena, Vila Real, o fogo chegou a estar perto de casas. Em Guimarães, o incêndio teve duas frentes ativas

O fogo, que lavrava desde as 19:50 de quarta-feira na freguesia de Brito, em Guimarães, "foi dominado" pelas 01:00 de hoje, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

De acordo com a mesma fonte, não há registo de vítimas ou danos materiais.

Pelas 00:00, o incêndio rural apresentava duas frentes ativas e estava a ser combatido por 33 bombeiros, apoiados por nove viaturas.

Já na freguesia de Cerva, concelho de Ribeira de Pena (Vila Real), fogo lavrava desde as 17:30 de quarta-feira e foi dominado pelas 04:30, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Cerva.

"O fogo acabou agora", afirmou fonte dos Bombeiros Voluntários de Cerva, indicando não terem sido registados "quaisquer danos materiais".

De acordo com o comandante Jorge Campos, dos Bombeiros Voluntários de Cerva, pelas 23:30, o fogo, que lavrava nos lugares de Outeirinho e Seixinhos, estava a ser combatido por cerca de 70 homens, apoiados por 17 veículos.

O fogo "esteve perto de casas, mas conseguiu resolver-se a situação", disse, na altura.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.