Incêndio no centro histórico de Santa Maria da Feira afetou três edifícios

No local estiveram duas dezenas de veículos e mais de 60 operacionais. O fogo está dominado

Um incêndio num restaurante em frente ao largo do Rossio, que já se encontra dominado, afetou mais dois edifícios próximos, no centro histórico de Santa Maria da Feira, confirmou ao DN fonte do CDOS de Aveiro.

"Os estabelecimentos afetados são o bar Escadas para o Céu e os restaurantes Salviano e Toni", declarou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Aveiro (CDOS).

"O fogo também afetou uma habitação, mas ainda estamos a apurar se alguém vivia lá", informou o comandante dos Bombeiros Voluntários da Feira, Jorge Coelho.

No local, por volta das 15:00, estavam 66 operacionais e 20 veículos.

O site da Proteção Civil informa que o alerta surgiu às 13:37.

O fogo aconteceu numa zona em que a maioria dos edifícios tem o rés-do-chão afeto a estabelecimentos comerciais e alguns andares superiores estão reservados à habitação.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Discretamente, sem ninguém ver

Enquanto nos Estados Unidos se discute se o candidato a juiz do Supremo Tribunal de Justiça americano tentou, ou não, há 36 anos abusar, ou mesmo violar, uma colega (quando tinham 17 e 15 anos), para além de tudo o que Kavanauhg pensa, pensou, já disse ou escreveu sobre o que quer que seja, em Portugal ninguém desconfia quem seja, o que pensa ou o que pretende fazer a senhora nomeada procuradora-geral da República, na noite de quinta-feira passada. Enquanto lá se esmiúça, por cá elogia-se (quem elogia) que o primeiro-ministro e o Presidente da República tenham muito discretamente combinado entre si e apanhado toda a gente de surpresa. Aliás, o apanhar toda a gente de surpresa deu, até, direito a que se recordasse como havia aqui genialidade tática. E os jornais que garantiram ter boas fontes a informar que ia ser outra coisa pedem desculpa mas não dizem se enganaram ou foram enganados. A diferença entre lá e cá é monumental.