Incêndio em habitação faz uma vítima mortal

Mulher da vítima foi transportada de helicóptero para Lisboa

Um homem de 83 anos morreu quando um incêndio deflagrou na casa de dois pisos na Rua das Lojas, no centro de Portimão. A mulher da vítima, de 81 anos, está no hospital e o seu estado é considerado grave.

De acordo com fonte da PSP de Portimão, o corpo do idoso foi encontrado no primeiro andar, onde terá deflagrado o incêndio, que os primeiros indícios apontam para que seja de origem não criminosa.

A idosa foi encontrada ainda com vida no rés-do-chão da habitação e foi transportada para o hospital.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), a idosa, foi inicialmente transportada para o Hospital de Portimão, mas teve que ser transferida de helicóptero para Lisboa, já que no Algarve não existe unidade de queimados.

A habitação onde deflagrou o incêndio situa-se na Rua Cruz da Pedra, mesmo junto à principal artéria comercial de Portimão.

O alerta para o incêndio foi dado às 13:34 e estiveram envolvidos na ocorrência 35 operacionais e 14 veículos.

No local estiveram os Bombeiros de Portimão, da GNR, da PSP, da Cruz Vermelha e do INEM.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

Há pessoas estranhas. E depois há David Lynch

Ganha-se balanço para o livro - Espaço para Sonhar, coassinado por David Lynch e Kristine McKenna, ed. Elsinore - em nome das melhores recordações, como Blue Velvet (Veludo Azul) ou Mulholland Drive, como essa singular série de TV, com princípio e sempre sem fim, que é Twin Peaks. Ou até em função de "objetos" estranhos e ainda à procura de descodificação definitiva, como Eraserhead ou Inland Empire, manifestos da peculiaridade do cineasta e criador biografado. Um dos primeiros elogios que ganha corpo é de que este longo percurso, dividido entre o relato clássico construído sobretudo a partir de entrevistas a terceiros próximos e envolvidos, por um lado, e as memórias do próprio David Lynch, por outro, nunca se torna pesado, fastidioso ou redundante - algo que merece ser sublinhado se pensarmos que se trata de um volume de 700 páginas, que acompanha o "visado" desde a infância até aos dias de hoje.