Homem encontrado morto no rio Tejo

Vítima tinha 46 anos e foi encontrada na Moita, Setúbal. Não foi reportado nenhum desaparecimento na zona

Um homem foi encontrado sem vida pelas 9:00 no rio Tejo na cidade da Moita, distrito de Setúbal. Ao DN, o comandante Coelho Gil disse que a vítima tinha 46 anos e que não foi reportado nenhum desaparecimento na zona.

Segundo o comandante Pedro Fonseca, porta-voz da polícia marítima nacional, vão ser feitas peritagens para estabelecer se existem ou não indícios de crime, sendo que só será possível determinar a causa da morte após a autópsia. O corpo não apresentava sinais de violência.

O cadáver já foi levado para terra, mas o óbito ainda não foi declarado, o que só será feito pelo Delegado Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, para depois ser transportado para o Instituto de Medicina Legal.

No local estão 10 operacionais com quatro viaturas da Polícia Marítima e dos Bombeiros Voluntários da Moita.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.