Histórico assessor do PSD Zeca Mendonça reforça equipa de Marcelo

Estava no gabinete de imprensa do partido há 40 anos

Esta notícia foi avançada esta quinta-feira pelo jornal online Observador, e confirmada à agência Lusa por fonte oficial da Presidência da República.

José Luís Mendonça Nunes, conhecido por Zeca Mendonça, é funcionário do PSD desde 1974, tendo começado como segurança, e está no gabinete de imprensa deste partido há 40 anos, desde 1977.

Como assessor de imprensa, trabalhou com 16 presidentes do PSD - ou 17, caso se conte com Leonardo Ribeiro de Almeida, que presidiu à Comissão Política quando Francisco Sá Carneiro liderava o partido e era primeiro-ministro.

No último Congresso do PSD, em Espinho, em 2016, Zeca Mendonça recebeu um aplauso, de pé, dos delegados, durante uma homenagem aos funcionários do partido.

Atualmente, o gabinete de imprensa do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, é composto pelo antigo jornalista da TVI e da Rádio Renascença Paulo Magalhães e por Ricardo Jorge Branco, que está na Casa Civil desde o tempo de Aníbal Cavaco Silva.

Ler mais

Premium

JAIME NOGUEIRA PINTO

O arauto da revolta popular

Rejeição. Não é, por enquanto, senão isso. Não pelos reaccionários, pelos latifundiários, pelos generais golpistas, pelos fascistas declarados ou encapotados, mas pelo povo brasileiro, que vota agora contra a esquerda dita idealista - e notoriamente irrealista quanto à natureza humana (sobretudo à própria) - que montou um "mecanismo" de enriquecimento ilícito e de perpetuação no poder digno dos piores hábitos do coronelismo e do caciquismo que os seus antepassados ideológicos, de Josué de Castro a Celso Furtado, tanto criticaram. Um povo zangado, enganado, roubado, manipulado pelos fariseus da tolerância, dos direitos humanos e das flores de retórica do melhor dos mundos, pelos donos de tudo - do pensamento único aos recursos do Estado.