Greve dos professores. "Adesão média de 60 a 70%" durante a manhã

O sindicalista considera esta uma resposta adequada à falta de acordo de ontem

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, apontou para uma adesão média de 60 a 70% à greve dos professores, no período da manhã, num balanço feito em frente à escola Marquesa de Alorna, em Lisboa. A greve abrange hoje as escolas dos distritos de Lisboa, Setúbal e Santarém e na região autónoma da Madeira.

O sindicalista considera esta uma resposta adequada à falta de acordo de ontem, antecipando que nos próximos dias desta greve por regiões a adesão vá crescendo.

Aponta ainda para o último dia, sexta-feira, como o momento em que será feito o balanço definitivo do protesto. Nesse dia está previsto que a paralisação se realize apenas a norte, mas Nogueira acredita que esta possa ter expressão nacional

Em preparação está ainda uma manifestação nacional para o início do terceiro período, não estando descartadas novas greves, caso não se chegue a um entendimento com o governo.

Na quarta-feira, a greve abrange as escolas da região sul (Évora, Portalegre, Beja e Faro), na quinta-feira as da região centro (Coimbra, Viseu, Aveiro, Leiria, Guarda e Castelo Branco) e, na sexta-feira, é a vez da região norte (Porto, Braga, Viana do Castelo, Vila Real e Bragança) e na região autónoma dos Açores.

Relacionadas

Brand Story

Mais popular

  • no dn.pt
  • Portugal
Pub
Pub