Greve da CP agendada para terça-feira foi desconvocada

Segundo o comunicado da CP, a paralisação foi desconvocada "na sequência da assinatura de dois acordos de princípio entre as organizações sindicais que a haviam convocado e o Conselho de Administração da empresa".

A greve dos sindicatos que representam os revisores e os trabalhadores das bilheteiras da CP agendada para a próxima terça-feira, dia 26, foi desconvocada, anunciou este sábado a empresa.

Segundo o comunicado da CP, a paralisação foi desconvocada "na sequência da assinatura de dois acordos de princípio entre as organizações sindicais que a haviam convocado e o Conselho de Administração da empresa".

"A circulação de comboios da CP deverá, assim, realizar-se com toda a normalidade, a nível nacional, nos dias 25, 26 e 27 de novembro", pode ler-se no mesmo documento.

No entanto os trabalhadores dos transportes e comunicações têm protestos agendados para o período de 29 de Novembro a 6 de Dezembro.

Antes, na segunda-feira, dia 25, a Transtejo enfrenta uma paralisação, enquanto na terça-feira estão em greve os trabalhadores da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP).

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".