Governo quer proibir venda de álcool a menores de 18

O secretário de Estado da Saúde avança ainda que o Governo quer rever em baixa a taxa de alcoolemia permitida aos jovens que acabaram de tirar a carta

O Governo quer aumentar para os 18 anos a idade mínima para a compra de álcool. A medida foi avançada pelo secretário de Estado da Saúde, Fernando Leal da Costa, em entrevista à Antena 1. Para combater este problema, está ainda a ser equacionada a diminuição da taxa máxima de alcoolemia para os recém encartados e para os condutores mais jovens. O objetivo é passar dos 0,5 permitidos para os 0,2.

Exclusivos