Governo português saudou autoridades turcas por resultados eleitorais

Erdogan venceu as eleições presidenciais de domingo com 53% dos votos

O Governo português saudou esta terça-feira as autoridades turcas pelos resultados nas eleições de domingo, que reelegeram o Presidente turco e renovaram o mandato do partido no poder, e reiterou o empenho em continuar a cooperação bilateral e multilateral.

"O Governo português saúda as autoridades turcas pelos resultados e reitera o seu empenho em trabalhar com a liderança política resultante da escolha soberana do povo turco no sentido de continuar a cooperação entre os dois Estados, quer no plano das relações bilaterais, quer no quadro europeu e da NATO, atenta a relação estratégica da Turquia com os seus parceiros europeus e atlânticos e num quadro de compromisso comum com o Estado de direito democrático", lê-se num comunicado divulgado esta terça-feira pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).

Na mesma nota, Lisboa congratula-se com o "elevado nível de participação" e com o "empenho cívico da sociedade turca e dos diferentes partidos políticos" nas eleições turcas.

Recep Tayyip Erdogan venceu as eleições presidenciais de domingo com 53%, segundo resultados provisórios citados pela agência Anadolu.

Nas legislativas, que se realizaram juntamente com as presidenciais, o partido de Erdogan, o Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), ficou aquém da maioria, com 42% dos votos (293 assentos), mas, com os 11% (50 assentos) obtidos pelo seu atual parceiro de coligação, o partido ultranacionalista MHP, tem assegurada a maioria parlamentar na câmara de 600 deputados.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.