Governo aprova Elisa Ferreira para o Banco de Portugal

Conselho de Ministros nomeou dois novos administradores para o Banco de Portugal, propostos pelo governador Carlos Costa.

A eurodeputada Elisa Ferreira e o jurista Luís Máximo dos Santos, que presidiu ao 'banco mau' do BES, foram nomeados esta quinta-feira como administradores do Banco de Portugal.

A informação consta do comunicado do Conselho de Ministros, onde se lê que as nomeações foram feitas sob proposta do governador do Banco de Portugal e após audição da Assembleia da República.

Elisa Ferreira, socialista, doutorada em Economia pela universidade britânica de Reading, é professora universitária na Universidade do Porto.

Foi ministra do Ambiente e do Planeamento em governos PS, além de vice-presidente da Associação Industrial Portuense e da Comissão de Coordenação da Região Norte, entre outros cargos.

Luís Máximo dos Santos, jurista de formação e quadro do Banco de Portugal, presidiu ao chamado "banco mau" resultante da falência do BES e presidiu à comissão liquidatária do Banco Privado Português (BPP).

Foi professor na Universidade de Lisboa e vogal do Conselho Superior de Magistratura e do Conselho Superior dos Tribunais Administrativos e Fiscais, entre outras funções exercidas.

O Conselho de Ministros autorizou também o lançamento do concurso público para construir a Escola NATO de Comunicações e Sistemas de Informação, a instalar em Oeiras, num valor estimado superior a 20 milhões de euros pagos integralmente pela organização aliada.

Ler mais

Exclusivos