Seis aviões não conseguiram aterrar hoje na Madeira

Fraca visibilidade obrigou voos a divergirem para outros aeroportos

Seis aviões divergiram este sábado do Aeroporto da Madeira Cristiano Ronaldo para Porto Santo, Lanzarote e Fuerteventura, nas Canárias, devido à fraca visibilidade, mas cinco, entretanto, conseguiram aterrar, disse fonte aeroportuária.

Dos seis aviões, apenas o da Jetairfly, proveniente de Bruxelas, se encontra em Fuerteventura, no arquipélago das Canárias, aguardando por melhorias no tempo em Santa Cruz.

"A previsão da meteorologia de fraca visibilidade é para se manter até às 12:00 de domingo, mas os aviões têm aproveitado umas abertas e têm aterrado", acrescentou.

Até às 23:55 estão previstas quatro chegadas, três de Lisboa e uma de Bristol (Inglaterra).

Ler mais

Exclusivos

Ricardo Paes Mamede

DN+ Queremos mesmo pagar às pessoas para se reproduzirem?

De acordo com os dados do Banco Mundial, Portugal apresentava em 2016 a sexta taxa de fertilidade mais baixa do mundo. As previsões do INE apontam para que a população do país se reduza em mais de 2,5 milhões de habitantes até 2080, caso as tendências recentes se mantenham. Segundo os dados da OCDE, entre os países com economias mais avançadas Portugal é dos que gastam menos com políticas de apoio à família. Face a estes dados, a conclusão parece óbvia: é preciso que o Estado dê mais incentivos financeiros aos portugueses em idade reprodutiva para que tenham mais filhos.