Fogo em prédio da avenida Almirante Reis desalojou cerca de 30 pessoas

Os habitantes do prédio ficaram para já ao cuidado do serviço municipal de Proteção Civil

Um fogo num edifício na avenida Almirante Reis, em Lisboa, obrigou hoje de madrugada à retirada de cerca de 30 pessoas, que não sofreram qualquer ferimento, segundo o regimento Sapadores de Lisboa.

O fogo, que atingiu todo o prédio, teve início às 03:16 e foi dado como extinto às 04:56.

No local estiveram 52 bombeiros, apoiados por 14 viaturas, e às 06:30 mantinham-se no local 50 bombeiros em operações de rescaldo.

As chamas obrigaram à evacuação do prédio bem como de outro contíguo.

Os habitantes do prédio ficaram para já ao cuidado do serviço municipal de Proteção Civil de Lisboa, referiu a fonte, adiantando que não tem conhecimento que alguém tenha sofrido ferimentos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.