Ferreira Leite: "Ontem foi uma noite negra, para esquecer"

A antiga líder do PSD reafirmou que Passos Coelho é responsável pelo resultado das eleições autárquicas

Manuela Ferreira Leite voltou hoje a responsabilizar o presidente do PSD pelo resultado do partido nas autárquicas de ontem. A ex-ministra das Finanças, que já ontem havia defendido que Pedro Passos Coelho "não tem condições" para continuar na liderança dos sociais-democratas, disse hoje na TSF que não aponta timings.

"Essas coisas dependem das pessoas e circunstâncias. O essencial é tomar-se consciência que ontem foi uma noite negra, para esquecer, e que evidentemente tem um rosto que é muito menos os candidatos e muito mais a estratégia que foi seguida e que tem estado a ser seguida na oposição", defendeu Manuela Ferreira Leite no seu novo espaço de comentário na rádio.

Questionada se Passos Coelho é o principal responsável, Ferreira Leite afirmou: "Penso que a estratégia de um partido é sempre da responsabilidade do presidente desse partido. Não vou atribuir responsabilidades a quem não as tem, efetivamente."

Para a antiga líder do PSD, é de "extrema injustiça que se atribua aos candidatos, que concorreram em condições extremamente difíceis, que entraram no terreno em campanha muitíssimo tarde em relação a todos os outros, porque as estruturas do partido não se entenderam na escolha".

Além disso, defendeu, "o presidente do partido escolheu pessoalmente os candidatos e os candidatos entraram em campanha com a imagem do presidente, com uma campanha quase que a nível nacional e não a nível local e não poderia ter deixado de ter tido este resultado que é, mais do que desolador, desincentivador e muito preocupante para a estrutura democrática do país".