Fernando Negrão declarado eleito líder parlamentar com apenas 39% dos votos

Dos 88 deputados que votaram, 53 não disseram "sim" ao nome escolhido por Rui Rio

Fernando Negrão foi esta quinta-feira declarado eleito líder do grupo parlamentar do PSD, ainda que tenha obtido menos de metade de votos favoráveis dos deputados.

Negrão obteve apenas 39% de votos dos 88 deputados que votaram, Foram registados 35 votos "sim", mas 32 foram brancos e 21 nulos.

Contas feitas, 53 deputados sociais-democratas não deram o seu "aval" ao nome escolhido por Rui Rio para liderar a bancada doo PSD no Parlamento.

"Foi eleito o deputado Fernando Negrão para líder do grupo parlamentar com 39,7%", refere a ata da eleição lida pela assessora do grupo parlamentar do PSD.

Apenas o deputado Pedro Pinto não votou, tal como já tinha admitido na reunião do grupo em que foram anunciadas eleições antecipadas

A título de comparação, Hugo Soares, o líder parlamentar demissionário, foi eleito o ano passado com uma percentagem de 85,4% - 76 votos favoráveis, 12 votos brancos e um nulo.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.