EPUL: Relação manda julgar de novo Fontão de Carvalho

O Tribunal da Relação de Lisboa decidiu hoje mandar repetir o julgamento do ex-vereador da Câmara de Lisboa Fontão de Carvalho no caso dos prémios da EPUL.

Fonte judicial disse à Lusa que os juízes desembargadores decidiram ainda confirmar a decisão aplicada aos quatro antigos administradores da Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL) condenados a penas suspensas pelo crime de peculato.

O caso envolve o ex-vereador e ex-vice presidente da autarquia Fontão de Carvalho e os ex-administradores da EPUL Eduarda Napoleão, Aníbal Cabeça, Arnaldo João e Luísa Amado.

Ler mais