Direita reclama vitória e recorda legislativas

Luís Montenegro frisou na RTP que o resultados dos candidatos à esquerda "nem sequer se aproximam" da votação de PS, PCP e BE nas legislativas

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, frisou esta noite na RTP que os resultados provisórios dos candidatos à Presidência da República apoiados pelos partidos da esquerda parlamentar "nem sequer se aproximam" da votação das legislativas.

A intervenção do deputado social-democrata levou a que José Manuel Pureza, deputado do BE, afirmasse que a vitória de Marcelo obriga a que a esquerda parlamentar esteja mais unida, considerando que a votação em Marisa Matias, candidata apoiada pelo BE, funcione como catalisador dessa união.

A vitória de Marcelo Rebelo de Sousa já foi admitida por Maria de Belém. Passavam 40 minutos das 20.00 quando Maria de Belém iniciou a comunicação - sem direito a perguntas dos jornalistas - em que assumiu a derrota.

A candidata afirmou que os números da abstenção "precarizam a democracia".

"Estivemos à altura, sem demagogia nem populismos", afirmou, quanto à sua candidatura. "Procurei dar o meu contributo" para "um debate mais aprofundado", disse ainda.

Exclusivos