Dez anos de prisão para abusador sexual de menores

O Tribunal de Benavente condenou esta quinta-feira a uma pena única de prisão de 10 anos e três meses o homem de 50 anos acusado de nove crimes de abuso sexual de três menores.

O coletivo de juízes deu como provada toda a acusação do Ministério Público (MP), em que o arguido era acusado de cinco crimes de abuso sexual de crianças, de um crime de abuso sexual de crianças na forma tentada, de dois crimes de abuso sexual de crianças agravado e de um crime de abuso sexual de crianças agravado na forma tentada. Todos os crimes cometidos no período entre 2005 e 2008

Pelos nove crimes, o homem foi condenado a 22 anos e nove meses de prisão, tendo o tribunal aplicado, em cúmulo jurídico, a pena única de 10 anos e três meses de prisão.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...