CUF Descobertas está a investigar origem da legionella

Hospital tem em curso processo de análise profundo para encontrar origem do surto e está também a trabalhar com a Autoridade Local e Regional de Saúde

A CUF Descobertas abriu uma investigação detalhada para descobrir a origem do surto de legionella descoberto esta semana, estando 15 doentes confirmados - três dos quais internados nos cuidados intensivos. Em paralelo, o hospital continua a trabalhar com a Autoridade Local e Regional de Saúde para garantir um entendimento rigoroso sobre os factos ocorridos.

Neste momento, segundo informou o hospital, decorre um processo de análise profundo e detalhado e ainda se aguardam os resultados das análises realizadas no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

Conforme já referido anteriormente, o foco da infeção terá tido origem na zona de tratamento das águas quentes mas ainda não existem conclusões seguras sobre as causas concretas do incidente. Trata-se de um sistema operacional com alguma complexidade onde existem interações internas e externas.

Durante o período de referência, as análises ao cloro e à temperatura da água realizadas regularmente no hospital por entidades externas independentes e acreditadas, apresentaram resultados de acordo com os parâmetros de referência, pelo que a CUF considera que é necessário continuar a aprofundar a análise dos factos, por forma a apurar com total rigor as eventuais razões que poderão estar subjacentes ao ocorrido e assim poder definir com exatidão as eventuais medidas adicionais a implementar.

O hospital adianta que a "CUF Descobertas continuará a atualizar regularmente todos os dados relacionados com este tema sempre e quando dispuser de novas informações detalhadas e rigorosas".

Ler mais

Exclusivos