Corpo do jovem não apresenta sinais de disparos

Notícia foi avançada pela SIC. Autópsia realiza-se a partir das 14.00

O corpo de Rúben Marques - o jovem de 18 anos que morreu no sábado perto do bairro da Bela Vista, em Setúbal, na sequência de uma perseguição que lhe foi movida pela PSP - não apresenta sinais de disparos, que no caso só podiam ser das balas de shotgun que a polícia disse ter disparado para o ar para intimidar.

A notícia foi avançada pela SIC. A autópsia ao corpo será iniciada às 14.00 no Gabinete de Medicina Legal de Setúbal confirmou o DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.