Cientista portuguesa lidera na UE combate à obesidade infantil

Sandra Caldeira lidera uma equipa internacional de seis investigadores do Centro de Investigação Europeu em Ispra, Itália, para promover uma alimentação saudável nas escolas.

A cientista portuguesa quer pôr os estudantes a beber água e a comer mais vegetais e frutos a partir das ementas e dos alimentos disponíveis nas escolas. O objetivo é combater a obesidade infantil.

Sandra Caldeira tem 40 anos e lidera uma equipa que inclui dois alemães, dois gregos e uma inglesa de Hong Kong. Não é a única portuguesa no Centro de Investigação Europeu (CIE) de Ispra, que tem institutos nas áreas do ambiente e sustentabilidade, e da saúde e proteção dos consumidores, entre outros.

O centro funciona como apoio científico aos serviços da Comissão e dos Estados-membros, nomeadamente analisando e validando métodos de análise que todos possam usar.

A ligação da ciência à alimentação é uma das apostas europeias.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Ler mais

Exclusivos