CGTP perdeu 10% dos filiados desde 2012

Central sindical explica perda com elevados níveis desemprego e emigração nos últimos quatro anos.

A CGTP perdeu quase 64 mil filiados nos últimos quatro anos, um décimo dos 614 mil que tinha em 2012.

A informação consta das atas do 13º Congresso da principal central sindical portuguesa, realizado no final de fevereiro, e foi divulgada esta quarta-feira.

Graciete Cruz, da comissão executiva da CGTP citada pelo jornal Público, justificou essa perda de trabalhadores sindicalizados com o elevado desemprego e a grande taxa de emigração registada em Portugal nos últimos anos.

A CGTP tem agora 550.500 filiados, o número mais reduzido das últimas décadas e que traduz uma contínua redução de sindicalizados numa central que tinha mais de 763 mil filiados em 1999.

A adesão de 104 mil novos sindicalizados, anunciada no congresso, ficou assim aquém do número de saídas entretanto verificadas.

Ler mais

Exclusivos