'Caso Rui Pedro' com decisão do recurso adiada

O Tribunal da Relação do Porto adiou, para a próxima segunda-feira, às 12.00, a decisão sobre o recurso interposto pelo Ministério Público (MP) e pelos pais de Rui Pedro, o jovem de Lousada desaparecido desde 4 de março de 1998.

A nova data apresentada para a divulgação da decisão do tribunal de recurso coincide com o 15.º aniversário do desaparecimento da criança.

O recurso visa a decisão tomada há pouco mais de um ano pelo tribunal de Lousada, que absolveu o arguido Afonso Dias, acusado pela família de Rui Pedro de ter raptado, na altura, o menor de 11 anos.

O tribunal de Lousada não condenou o arguido por falta de provas, mas a família de Rui Pedro (na foto a mãe Filomena Teixeira) e o MP não se conformaram com a decisão do tribunal e recorreram para o Tribunal da Relação do Porto.