Coliseu Porto Ageas. Vai ser o "novo" Coliseu do Porto

Câmara Municipal quer assumir titularidade do coliseu para poder fazer as obras. E o nome vai mudar

Esta solução vai ser apresentada em Assembleia Geral da Associação Amigos do Coliseu, proprietária do espaço, em abril para ser submetida a discussão e aprovação

A Câmara Municipal do Porto "quer e pode" reabilitar o Coliseu, a necessitar de obras de cerca de seis milhões de euros, tendo, para isso, de haver um trespasse do equipamento para a autarquia, através da empresa de Cultura.

O trespasse da atividade é a "solução mais adequada" para que a câmara possa assumir a titularidade das obras e assegurar, durante o período da sua reabilitação que implica o fecho, a "manutenção" das equipas de trabalho, disse esta quarta-feira o presidente da autarquia, o independente Rui Moreira, em conferência de imprensa.

Esta solução vai ser apresentada em Assembleia Geral da Associação Amigos do Coliseu, proprietária do espaço, a 09 de abril, para ser submetida a discussão e aprovação, referiu.

O Coliseu do Porto é propriedade da Associação dos Amigos do Coliseu Porto, sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública, fundada em 1995 para evitar a venda do edifício a uma seita religiosa.

"Falta ainda encontrar um modelo de gestão que permita à câmara intervir e investir, o que neste momento não pode acontecer por razões estritamente legais", frisou Rui Moreira.

Contudo, Moreira vincou que o "caminho está traçado", estando a ser ultimada a solução jurídica que o permita fazer, através de um trespasse que garanta os direitos históricos da associação, dos seus recursos humanos, da sua direção, mas que endosse ao município a responsabilidade de intervir e gerir.

Além disso, o presidente da Câmara anunciou um protocolo e contrato-patrocínio entre o Coliseu e o grupo segurador internacional Ageas, que, nos próximos três anos, está disponível para apoiar o espaço com 900 mil euros, com possibilidade de renovação por igual período e valor.

Durante esse tempo, passa a adotar a designação comercial "Coliseu Porto Ageas".

O Coliseu do Porto foi inaugurado em 19 de dezembro de 1941, é um dos exemplos do modernismo na arquitetura, e o seu projeto contou com expoentes da época, como Cassiano Branco, José Porto, Yan Wils, Júlio de Brito, Charles Siclis e Mário Abreu.

Exclusivos