Buscas por homem desaparecido no rio Minho serão retomadas ao nascer do sol

Participarão nas buscas equipas da Armada e Guardia Civil de Espanha

As buscas para encontrar o homem desaparecido esta madrugada no Rio Minho terminaram este domingo sem sucesso e serão retomadas ao nascer do sol com equipas de mergulho na margem portuguesa e espanhola, disse à Lusa o capitão do porto de Caminha.

Pedro Miguel Costa referiu que a partir da manhã de segunda-feira participarão nas buscas equipas da Armada e Guardia Civil de Espanha na margem norte do rio Minho, além da equipa portuguesa que já hoje procurou vestígios.

As buscas centraram-se nas imediações da pesqueira, uma estrutura usada na pesca à lampreia, onde o homem terá estado durante a noite, situada na margem do rio, e a jusante desse local, disse o responsável da capitania.

Nove operacionais dos Bombeiros de Monção e da Polícia Marítima de Caminha protagonizaram as buscas na margem do rio Minho, em Messegães, Monção.

"Quando houver luz, serão retomadas as operações de mergulho nas duas margens. Até agora, nada foi encontrado", indicou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.