Bombeiros "do calendário" vencem competição

Os Bombeiros Sapadores de Setúbal venceram este fim de semana o primeiro "Firefighter Challenge" Portugal e vão representar o nosso país nos EUA, na versão mundial da competição. Grupo procura agora patrocinadores para financiar viagem.

O grupo de bombeiros que se tornou conhecido com a realização de um calendário ousado voltou este fim de semana a ser notícia. Foram os vencedores, entre 21 equipas de norte a sul do País, do primeiro "Firefighter Challenge" português.

A competição tem um circuito de 91,5 metros que inclui uma estrutura de andaimes, 40 degraus que as equipas sobem a correr, tábua pesadas que são passadas entre os elementos da equipa, jatos de água que tem de acertar em alvos e bonecos de 80 quilos que têm de ser arrastados. "São os dois minutos mais duros da vida deles", descreve ao DN Pedro Simões, da Redswat, a empresa organziadora.

Os cinco elementos de Setúbal fizeram o percurso num minuto e 19 segundos. Uma marca que deixa pedro Simões confiante: "Vamos arrasar nos EUA". Mas para chegar lá os Sapadores de Setúbal têm ainda de conseguir financiar a viagem.

"Temos estadia garantida num quartel que tem servido de acolhimento nos outros anos e a inscrição de 5000 dólares tficou garantida com a nossa vitória. Agora falta arranjar verbas para fazer a viagem", explica Daniel André, um dos elementos vencedores.

A competição internacional está marcada para os dias 3 a 9 de novembro, em Phoenix, nos EUA. Vão estar presentes corporações de bombeiros da Austrália, Nova Zelândia, França e Alemanha, entre outros. O "Firefighter Challenge" realiza-se há 22 anos e é transmitido pelo canal de televisão ESPN.

Este grupo tornou-se notícia quando realizou um calendário ousado. A edição limitada já está esgotada e Daniel André conta que as verbas já têm destino: "a construção de campo de futebol de um externato que apoia crianças desfavorecidas e pertence à Liga de Amigos da Terceira Idade de Setúbal". Depois do sucesso a primeira edição, o grupo está já à procura de patrocinadores para a edição 2015 do calendário.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.